domingo, 3 de janeiro de 2016

Torre Sineira da Ajuda (Antiga Capela da Ajuda)

Construção dos finais do séc. XVIII, atribuída a Manuel Caetano de Sousa, a Torre Sineira ou Torre do Galo, como também é chamada, é o único elemento que subsiste da primitiva Patriarcal e Capela Real da Ajuda, cuja magnificência se perdeu pela sua difícil conservação, visto ser construída em madeira. 

Torre sineira da Capela Real da Ajuda (Torre do Galo ou Torre da Ajuda) [1939] 
Largo da Torre; Calçada do Mirante à Ajuda, antes Rua do Mirante, situa-se num ponto alto da zona circundante do Palácio da Ajuda
Eduardo Portugal, in AML

A torre era o único elemento em cantaria, destacando-se as faces do primeiro registo com molduras salientes e a janela que surge no topo das mesmas, cuja moldura se liga ao friso superior, que a separa do registo central, cujos mostradores dos relógios são gravados na cantaria e são rematados por cornija alteada e angular, suportada por pingentes. A zona mais exuberante é a que envolve as sineiras, flanqueadas por pilastras toscanas e rematadas por invulgar frontão contracurvado interrompido, com os símbolos da Patriarcal. A cobertura é original, formando duplo bolbo, o inferior rasgado por óculos, sendo coroada por enorme esfera e galo de bronze.

Torre sineira da Capela Real da Ajuda (Torre do Galo ou Torre da Ajuda) [1939] 
Calçada do Mirante à Ajuda, antes Rua do Mirante, situa-se num ponto alto da zona circundante do Palácio da Ajuda
Eduardo Portugal, in AML

Subsistindo à demolição da Capela Real da Ajuda em 1843, a Torre encontra-se integrada na Zona Circundante do Palácio Nacional da Ajuda, que está classificada como Imóvel de Interesse Público.[1] 


Torre sineira da Capela Real da Ajuda (Torre do Galo ou Torre da Ajuda) [entre 1950 e 1959] 
Largo da Torre; Neste Largo viveu grande parte da sua vida o escritor
Alexandre Herculano (1810-1877)

Fotógrafo não identificado, in AML

 [1]  monumentos.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário

Web Analytics